Projeto

“O Encontro dos Povos”

Brasília – Cuzco – Matarani – Ilo – Lima

27 de dezembro de 2009 – 07 de fevereiro de 2010

Expedicao Interoceânica

APRESENTAÇÃO

Depois de cinco anos de obras (2005 a 2010), uma das maiores construções da engenharia Sul-americana, deverá estar concluída. Trata-se da Rodovia Interoceânica, ou Carretera Interoceanica Sur (como é chamada no Peru), um corredor viário de 2.600 quilômetros que possibilitará acesso brasileiro aos portos peruanos no Oceano Pacífico, criando um novo canal para exportações e também para o turismo dos dois países, bem como promovendo a integração e abrindo espaço para o desenvolvimento econômico da região sul peruana, considerada uma das mais pobres daquele país.

JUSTIFICATIVA

A Rodovia Interoceânica, teoricamente, permitirá ao Brasil transportar seus produtos das regiões Norte e Centro-Oeste até portos como os de Ilo, Matarani e San Juan, mais próximos aos mercados dos países asiáticos, diminuindo assim, os custos na colocação desses produtos no mercado internacional.

O término da rodovia vem gerando muitas expectativas no que diz respeito ao cumprimento de tais objetivos, pois espera-se que a estrada abra um novo canal de escoamento de grãos como a soja, além da carne bovina e sirva de alternativa para a exportação de produtos industrializados ou in natura como a extração de madeira certificada e minerais, entre outros. Atualmente as exportações desses produtos são feitas através dos portos brasileiros em Santos (SP) e Paranaguá (PR).

Obra prioritária dos governos Brasileiro e Peruano, a rodovia com custo total estimado em 1,8 bilhão de dólares, promete ser uma alternativa às empresas que estejam dispostas a se estabelecer futuramente às suas margens, gerando emprego e renda para as cidades cortadas pela estrada, além de aumentar o fluxo de turistas nestas regiões remotas, que oferecem a exuberância da floresta amazônica e reservas naturais de rica biodiversidade e também os mistérios da Cordilheira dos Andes com altitudes acima dos 4 mil metros.

Os 2.600 quilômetros da Rodovia Interoceânica ligam a cidade de Rio Branco, capital do Acre, aos portos peruanos de Ilo, Matarani e San Juan. A parte brasileira da obra, com quase 350 quilômetros, está pronta desde 2002. Já o trecho mais longo, com cerca de 1 mil quilômetros, começa em Iñapari (Assis Brasil na parte brasileira), e fronteira entre os dois países, passa por Puerto Maldonado e Puente Inambari, onde se divide em dois trechos. Um deles segue até Urcos, perto de Cuzco, e posteriormente se liga a rede de malha viária peruana até Juliaca. O outro trecho segue de Iñambari direto para Juliaca e dali se divide em direção aos portos de Matarani e Ilo.

Dois consórcios são os responsáveis pela obra internacional. A Odebrecht e suas parceiras peruanas levaram dois dos três trechos licitados e serão responsáveis por 700 km da estrada. Já o consórcio Intersur, que tem a Andrade Gutierrez, a Queiroz Galvão e a Camargo Corrêa, fará o outro trecho de 300 km.

Como qualquer tipo de desenvolvimento gera impacto, algumas questões surgem neste contexto e a principal delas é saber se essa mega obra, além de criar possibilidades positivas no que diz respeito a economia das regiões, também irá causar danos ao meio-ambiente e aos povos e grupos indígenas que habitam as localidades cortadas pela estrada.

O governo peruano acredita que é possível tornar este impacto pequeno, e diz que está reservando dinheiro de um fundo para ajudar nestas questões e também espera contar com o apoio dos brasileiros que já tiveram a experiências da construção de estradas na Amazônia.

9 responses

8 11 2009
bmastrogiovanni

gente que demais esse projeto! nao cabe mais um na mala desse land rover nao…?? 😉

2 12 2009
Marina

Eu também queria ir…..

2 12 2009
expedicaointeroceanica

Seria um grande prazer…

10 12 2009
Jorge Geovani

Leonardo,
Desejo sucesso em sua expedição.
Como já lhe disse, fizemos esse percurso em maio 2006 o qual demos o nome de “Da Estrada Real a Machu Picchu-Conexão Histórica”.
Fizemos muitas amizades tanto no Brasil quanto no Peru.
Desta forma, se precizarem de alguma ajuda faça contato.
Uma pessoa importante que vocês devem procurar é o Cassiano Marques. Ele é Secretário de Estado no Acre. Assim que chegarem a Rio Branco procure por ele.
Com certeza ele mostrará os melhores caminhos e condições dentro da aventura que pretendem fazer.
Estou a disposição.
Um forte abraço e sucesso.
Jorge Geovani
Presidente Geral
Skolados do Asfalto Moto Grupo

4 01 2010
helder

Fiz esse percurso em abril de 2009.
A estrada percorre trechos dentro do Peru que mostram uma biodiversidade que impressiona.
Cuidado com assaltos dentro do território peruano. A polícia peruana também é corrupta e desinformada. Tive problemas com o insufilm do meu carro, eles queriam o tempo todo tirar dinheiro por conta disso. Fui a polícia turística em cuzco e eles me orientaram a conversar sempre com um oficial e manter uma posição firme em relação aos meus direitos de trânsito, conforme a liberação de fronteira.

8 01 2010
João Paulo Muniz

Prezado Carlos Santander, meus parabéns pelo seu grande projeto. Estamos acompanhando o blog e esperamos seu retorno para conversarmos sobre a publicação.

16 01 2010
expedicaointeroceanica

Prezado Joao,
Obrigado por acompanhar nosso blog. Sem dúvida quando cheguemos a Brasilia devemos ver a questao da publicacao do livro, por enquanto aproveito destacar o trabalho de nosso fotografo: Ruy Baron.
abs e obrigado.
Carlos

18 01 2010
horacio amaral

Muito legal a narrativa da viagem. Mas gostariamos de saber coisas bem práticas.
Por exemplo: Quantos quilômetros têm asfaltados de Assis Brasil a Urcos(PE)?
P/ viajarmos de motocicletas têm que ser de dia.

2 08 2010
PAULO HAMER

PARABENS PELO PROJETO.ESTOU DANDO INICIO A UM PROJETO PARECIDO,INCLUINDO ATACAMA DE CAMINHONETE 4X4.

COMO CONSIGO MAIS DETALHES,NA EPOCA DAS CHUVAS(DEZEMBRO) QUAIS SÃO OS TRECHOS PESADOS?DETALHES DE ABASTECIMENTO,QUALIDADE DO DIESEL.VC TEM A ROTA EM GPS?

ABRAÇOS,PAULO ATIBAIA/SP

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: